O post desta semana vai tratar de um assunto muito importante não só para empresários, mas, principalmente, para consumidores. O Transporte de alimentos!

Olá, como vai? Esperamos que bem e já desejamos uma excelente semana.

Já falamos do transporte de correlatos ,  cosméticos, , medicamentos, mas ainda não tratamos do transporte de alimentos.

Assim, nesta posatgem sobre o transporte de alimentos vamos falar de mais do que o transporte.

Daremos dicas preciosas sobre os alimentos. Falaremos sobre cuidados e higiene e tudo o que você precisa saber sobre uma transportadora de alimentos

Definição

Segundo a Anvisa, Alimento é toda substância ou mistura de substâncias, no estado sólido, líquido, pastoso ou qualquer outra forma adequada, destinada a fornecer ao organismo humano os elementos normais, essenciais à sua formação, manutenção e desenvolvimento.

Podemos citar como alimentos aqueles naturais, como as verduras, legumes e frutas. Os industrializados e aqueles que pedimos em fast-food. Mas e os congelados ou perecíveis e os suplementos, como ficam?

Conservas, alimentos enlatados, embutidos e muito mais. É um enorme universo!

 

Consequências do transporte incorreto

Já evidenciamos em outras de nossas postagens que na área da saúde a responsabilidade é compartilhada.

Então em um caso extremo de intoxicação, por exemplo, toda a cadeia do alimento será verificada. Dos insumos ao consumidor, todos responderão.

A legislação estadual, como o código sanitário do estado, é clara em suas práticas necessárias. Também, impõe penalidades severas que vão de multas ao fechamento do estabelecimento.

Ainda, constatado o dolo, os responsáveis podem ser presos. Ou seja, se os responsáveis tinham conhecimento das consequências e mesmo assim assumirem o risco!

 

Mas você deve estar se perguntando onde está a questão do Transporte de Alimentos? Vamos lá.

Para saber sobre o transporte de alimentos, você deve conhecer do assunto, afinal o transporte é uma parcela. Importante, mas somente uma parcela da cadeia do alimento.

 

A Pharlog é especializada em Transportes da Área da Saúde. E mais do que ser uma transportadora, a Pharlog é uma empresa da área da saúde. Assim como os clientes que nos contratam, temos responsabilidade.

Nossa responsabilidade está atrelada à Boas Práticas para o Transporte de Alimentos.

Sabe o que isso quer dizer?

Que somos co-responsáveis às Boas Práticas de Fabricação de alimentos. Nossos principais clientes da Pharlog são produtores de alimentos industrializados. Transportamos biscoitos, conservas, alimentos enlatados e muitos outros.

 

Mas há necessidade de licença Anvisa para o transporte de alimentos?

No Brasil ainda não possuímos uma licença Anvisa para o transporte de alimentos. Este setor é regulado tanto pelo Ministério da Agricultura – MAPA quanto pela Anvisa.

Bem, se não tem necessidade de Anvisa, então qualquer um pode transportar. Certo?

Errado. Muito errado na verdade!

O departamento técnico da Pharlog, liderado pelo farmacêutico Ricardo tem cuidados especiais com alimentos. A Pharlog entende que os alimentos são os itens mais sensíveis da base para a existência humana. É um ponto de subsistência, de dignidade.

O alimento deve ter cuidados especiais, pois pessoas alimentam seus filhos, parentes adoecidos, comem para trabalhar, para estudar. O alimento deve fazer bem, saciar, ajudar a crescer e desenvolver as pessoas.

Deste modo, temos especial atenção ao Transporte de Alimentos.

 

Licenciamento

Todas as empresas que trabalham com alimentos devem dispor de boas práticas. Desde o “tiozinho do hot dog”, o tapioqueiro da esquina e o restaurante 5 estrelas de chef’s renomados devem ter Boas Práticas.

Também as indústrias são responsáveis pela qualidade de seus produtos até a chegada ao consumidor.

Mas se a indústria só produz, o que ela tem com o Transporte de Alimentos?

Não só a indústria, mas as importadoras, as exportadoras e as distribuidoras de alimentos possuem a responsabilidade. Isso por que todas, em algum momento, são responsáveis por uma etapa da cadeia do alimento.

A indústria pode fazer todas as etapas até a chegada ao consumidor, mas nem sempre consegue. Então ela terceiriza as etapas. Assim como o distribuidor, o exportador e etc. Todos podem terceirizar o Transporte de Alimentos.

E é neste ponto que entra a Pharlog Transportes ou o seu parceiro de transportes.

Ele deve possuir o licenciamento adequado e desenvolver as Boas Práticas. Estas práticas devem ser adequadas ao seu processo e atividade, e complementares àquelas da indústria ou do seu cliente.

A transportadora de alimentos, deve, também, possuir a licença de funcionamento junto à Autoridade Sanitária Local. O Alvará Sanitário ou Licença Sanitária.

 

Outros itens que compõem as Boas Práticas para o Transporte de Alimentos

  • Licença sanitária ou alvará sanitário;
  • Responsável técnico*
  • Veículos adequados*
  • Manual de procedimentos*
  • Controle de pragas*
  • Higiene e limpeza dos veículos e da empresa*
  • Controle de temperatura*

 

Como dissemos acima, a licença sanitária é obrigatória

O responsável técnico é aquele que utilizará seus conhecimentos técnicos para garantir as Boas Práticas. Como o controle e monitoramento de temperatura, controle de pragas. Também o controle microbiológico e a limpeza.

Mas é o responsável técnico que limpa e dedetiza? Não, ele treina, orienta e cria os procedimentos e parâmetros para a execução dos processos e tarefas.

Veículos adequados. Já vi muitos colegas e empresários indicando a compra de carros refrigerados, equipamentos a -18º Ce outros gastos desnecessários.

A primeira pergunta é: O que vamos transportar?

Os veículos devem ser limpos, isentos de poeira, sujidades, buracos que possam entrar água, por exemplo. Também devem ser dedetizados e lavados, conforme procedimentos.

Nem sempre um alimento exige refrigeração. Mas sempre exige o monitoramento da temperatura. Um biscoito recheado pode ser suas características alteradas com o calor e fazer mal a uma criança.

Também alimentos em conserva podem sofrer sérios danos com o excesso de temperatura. Outros alimentos, porém, podem ser deteriorados ou sofrer alteração de suas características com o frio.

A análise físico química do alimento é essencial. Por este motivo a Pharlog acredita que seja preocupante a responsabilidade técnica por alimentos nas mãos de leigos.

Hoje a legislação permite que o dono da transportadora de alimentos seja responsável. Mesmo que ele nunca tenha estudado!

O manual de procedimentos é o documento que vai trazer todas as indicações de – como tudo deve ser feito. São as melhores práticas e devem sempre buscar a excelência. Um leigo não possui capacidade de escrever, analisar e cuidar dos alimentos.

O controle de Pragas ainda é questionado por muitos. Precisa dedetizar tudo? Sai caro!

Não é à toa que vemos fezes de insetos em pães, caixas de papelão roídas, ratos mortos dentro de embalagens e por aí vai.

O controle de pragas é a garantia de não contaminação dos alimentos por dejetos de insetos e roedores! No transporte de alimentos é igual; veículos devem estar desinsetizados!

No entanto é na fase de higiene e limpeza que a coisa fica feia no transporte de alimentos. Parece impossível que as empresas possam fazer isso, não é?

Uma passada de vassoura diária para tirar o “grosso” da sujeira. Lavar ou passar pano nos baús internamente. Lavar por fora para adentrar às áreas de expedição dos alimentos.

Não é algo que dê extrema despesa ou muito trabalho. Higiene é essencial.

E por fim, mas considerando que não só estes itens, vem o controle de temperatura.

Já citado mais acima, este controle tem a ver com a estabilidade dos alimentos. Sabem aquela história de que a maionese fora da geladeira estraga? E o leite que azeda? E a água que aquecida cozinha o alimento?

Importância da temperatura na estabilidade de alimentos

Tudo isso é verificado no controle de temperatura. Mais ainda, tem o controle da umidade.

Utilizam-se termohigrômetros digitais de máxima e mínima, ou termógrafos, registradores e etc. Com base nestes instrumentos instalados nos veículos, sabemos que o transporte está sendo realizado com sucesso.

A partir do registro destes dados, garantimos, ainda, ao nosso cliente que existem Boas Práticas.

 

Bem, chegamos ao ponto que você diz: Nossa, não imaginava que era assim!

Imagine o consumidor, ali na ponta sem saber de nada disso.

 

Aqui demos uma pincelada no Transporte de Alimentos e falamos um pouco sobre a produção, licenciamento, estabilidade. Também no que precisa ser feito para o bom transporte de alimentos. Mas não falamos de tudo e continuaremos dando dicas preciosas.

 

Se sua empresa precisa do transporte de alimentos, entre em contato com a Pharlog. Somos especializados na área da saúde!

 

Mas mesmo assim se insistir em não ser um Cliente Pharlog, sigam as nossas dicas acima e evite levar multas ou ter seus alimentos deteriorados. Ainda mais, evitem causar um dano maior aos seres humanos.

 

E hoje, dia 03 de Julho, a Pharlog vai oferecer somente aos três primeiros clientes que entrarem em contato.

Não, não somente aos três primeiros.

Vamos oferecer a somente três clientes a oportunidade de um frete com qualidade e preços justos, mas com descontos.

Se você já fez uma cotação com a gente, ligue e nos envie o orçamento que já fizemos. Vamos lhe oferecer 10% de desconto sobre a tabela que fornecemos.

Se você é cliente de um de nossos concorrentes, vamos analisar a sua tabela fixada e buscar lhe oferecer ao menos 10% de desconto nos fretes. Mas em fretes com qualidade.

Você que tem uma empresa e precisa do transporte de alimentos, vamos montar uma tabela especial. Nossa tabela vai unir qualidade e preços justos. Vamos conciliar a qualidade à rapidez no atendimento.

 

Você e sua empresa terão o melhor atendimento no transporte de alimentos para a sua empresa com preço justo. E mais, com responsabilidade técnica de farmacêutico, procedimentos e garantia da qualidade.

Basta ligar agora mesmo para a Pharlog , nos mandar um e-mail ou solicitar contato através deste FORMULÁRIO.

 

Mas se apresse, é só durante o mês de julho e para os três primeiros clientes. Ligue agora!

 

Pharlog Transportes e Logística (11) 28727200

Transporte Carga Area da Saude