Hoje o tema do nosso artigo trata das Transportadoras com licença Anvisa e o que elas devem ter para oferecer um bom serviço.

 

Que as empresas transportadoras com licença Anvisa têm a obrigação de cumprir boas práticas não é novidade.

Mas será que só a licença Anvisa já é suficiente para trabalhar com a saúde das pessoas?

E para trabalhar com produtos de alto valor agregado, basta uma licença?

Para sua empresa, o que é necessário para prestar um bom serviço?

Neste artigo, vamos mostrar o que as transportadoras com licença anvisa devem ter para um bom serviço na área da saúde.

A Licença

Primeiramente é válido dizer o que a falta de licença traz de consequências.

A primeira consequência é a infração à Leis Federais.

Se houver o transporte de medicamentos controlados, pode ainda configurar tráfico de drogas.

Também, as empresas Transportadoras com licença Anvisa passaram por uma inspeção. Foram certificadas e licenciadas. Mas tudo isso em um padrão mínimo. Isso é suficiente para ser sua parceira?

Em saúde a responsabilidade é solidária. Sabe o que isso significa? Que quando qualquer coisa der errado, todos serão responsabilizados!

Portanto é de suma importância que existam critérios ao CONTRATAR ou procurar um parceiro de transportes.

Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e o Ministério da Saúde dividem as licenças em categorias

Principais categorias de produtos

  • Cosméticos, produtos de higiene e perfumes;
  • Medicamentos e insumos farmacêuticos;
  • Medicamentos e insumos controlados;
  • Produtos para saúde ou correlatos;
  • Saneantes ou domissanitários;

 

Atividades

  • Fabricação;
  • Importação e exportação;
  • Distribuição;
  • Transporte;
  • Varejo;

As Transportadoras com licença Anvisa podem estar licenciadas para somente uma categoria de produtos. Mais de uma ou todas!

No momento da qualificação é de suma importância que a contratante se atente a este requisito.

Farmacêutico presente em período integral

A Legislação Federal e o Conselho Regional de Farmácia exigem a assistência profissional.

Contudo, ter um “farmacêutico no papel” não garante a implantação das Boas Práticas. Isso por que é o farmacêutico quem supervisiona, analisa caso a caso e atua ativamente nos processos.

Ainda mais, é este profissional que cuida da garantia da qualidade em muitos casos. A aplicação de seus conhecimentos nas rotinas da empresa é a garantia da qualidade e segurança.

Note que a atuação de um farmacêutico em Transportadoras com licença Anvisa é uma atividade especializada. A Pharlog possui farmacêutico com mais de doze anos de experiência em transportes. Ligue para nós!

Rastreamento e monitoramento e seguro das cargas

“Garantir “ a qualidade dos produtos em transporte só se estivermos presentes dentro do carro!

Por isso é vital que os veículos que transportam suas cargas sejam rastreados e monitorados. Isso por que através destas informações é possível:

  • Saber a placa do veículo;
  • A que horas ele saiu da empresa de transporte;
  • Saber se está trafegando sob sol ou chuva;
  • Saber a velocidade média do veículo;
  • Ter certeza de que se houver um problema com a carga, o seguro irá cobrir;

Existem inúmeros sistemas de monitoramento. Em geral o custo do monitoramento é proporcional às exigências do cliente ou produto. Portanto, exija o que for necessário para não pagar mais no frete!

Monitoramento da temperatura

Aqui cabe uma pausa para esclarecer duas questões:

  • Monitoramento da temperatura: Através de dispositivos variados a empresa monitora a temperatura do carro/ produto durante o transporte;
  • Controle de temperatura: Ocorre quando o veículo é refrigerado e através de dispositivos específicos o veículo consegue controlar em qual faixa de temperatura deverá se manter o produto.

O controle e o monitoramento de temperatura merecem um artigo específico. Isso por que são vários tipos de monitoradores e controladores.

 

Em resumo

Já sabemos que as Transportadoras com licença Anvisa precisam de: Farmacêutico, Licenciamento, monitoramento, seguros e rastreamento das cargas.

Mas também já aprendeu que o seu parceiro de transportes deve cumprir as Boas Práticas, correto?

Sem esquecer que, em saúde, a responsabilidade é compartilhada! Ou seja, todos os envolvidos são culpados em casos de acidentes ou problemas com os medicamentos ou produtos.

Para isso, contrate empresas comprometidas, que sabem o que fazem, que são comprometidas e experientes no assunto.

Fuja das empresas – especializadas em todos os tipos de cargas!

Seu parceiro de transportes deve ser uma autoridade no assunto!

A especialização é a receita certa para a saúde de sua empresa.

E para isso, a Pharlog está à disposição para ajudar a sua empresa a realizar um bom transporte.

Ligue para a Pharlog ou mande uma mensagem para nós!

(11) 28727200/ 982719939 (Whats app) – contato@pharlog.com.br