Preços dos fretes na área da saúde

 

Nosso artigo desta segunda traz uma intrigante questão para os empresários: Os Preços dos fretes na área da saúde.

Há muitos mitos que envolvem esta questão dos fretes da área da saúde e, aqui, pretendemos elucidar. Ajudar o empresário a tomar a melhor decisão é tarefa da Pharlog.

Uma empresa não pode ser somente uma referência técnica, ela deve se preocupar com a visão administrativa de seu parceiro. E mais, deve ter empatia e se colocar no lugar do cliente.

Também não se pode ser referenciado como “o barateiro” nos Preços dos fretes na área da saúde. Tem que ter bom preço e qualidade e, este, é o grande desafio da Pharlog.

Como saber se estou pagando caro nos preços dos fretes na área da saúde?

Primeiramente é válido refrescarmos a memória e nos lembrarmos de como é difícil e custoso qualificar uma empresa junto à Anvisa.

São meses e até anos de trabalho, algumas dezenas de profissionais e horas de trabalho. E no que se refere ao investimento? Podemos traduzir em milhares e centenas de milhares de reais.

Tudo o que envolve saúde é minucioso, criterioso, envolvem Boas Práticas e Qualidade. Também devemos nos lembrar da ANVISA e suas intermináveis RDC’s. E o que dizer das inúmeras leis, decretos e o enorme – arcabouço – regulatório que envolve a atividade.

Bem, definitivamente estamos em uma área de grande especialização. Você pode continuar lendo o nosso ARTIGO ou ligar para a Pharlog agora mesmo e ofereceremos uma atenção especial para sua empresa!

Mas vamos continuar com as informações, afinal não criamos um BLOG à toa e queremos nossos clientes bem informados.

 

Quanto custa um frete na realidade?

Você sabia que calcular o frete, montar uma tabela de fretes personalizada ou geral é uma das tarefas mais difíceis para uma empresa?

Existem transportadoras que contratam engenheiros ou matemáticos para chegar ao cálculo ideal. Isso por que temos no mercado verdadeiros mágicos que oferecem qualidade com preços irrisórios.

Mas saiba: O cálculo dos Preços dos fretes na área da saúde é tarefa ainda mais difícil e desafiadora. Vamos descobrir como funciona de uma forma genérica e não aplicada. Nosso intuito aqui é educar os nossos clientes a entenderem como a “coisa” funciona.

São fatores que influenciam nos Preços dos fretes na área da saúde

  • Experiência da empresa transportadora no ramo;
  • Especialização no segmento em que está atuando;
  • Custos fixos e estrutura da empresa;
  • Custos variáveis e estrutura da empresa;
  • Tecnologia;
  • Inovação;
  • Licenças e assistência técnica responsável;
  • Outros fatores como: Margem de lucro, estado onde está localizada, estradas, aeroportos e etc;

 

Agora vamos delinear estes fatores um a um. Mas lembre-se: Você pode ler o artigo até o final ou fazer contato com a Pharlog imediatamente e faremos uma visita para você com todo o nosso conhecimento.

Mas por que motivo a experiência influencia nos Preços dos fretes na área da saúde? Vamos elucidar esta questão com uma metáfora do nosso Diretor, Ricardo Murça.

“Quando comparo o desempenho dos meus motoristas mais experientes e dos menos experientes o resultado brilha rapidamente. O mais experiente anda mais devagar, mas não é lento. Ele analisa vários fatores antes de sair para trabalhar. Conhece o caminho, os buracos, os atalhos e as rotas. Conhece de mecânica e não fica no caminho. Seus veículos são bem cuidados e dão menos problemas”.

E o depoimento de uma mãe e de um pai que ao descrever a experiência com o segundo filho dizem que gastaram menos? Que o parto foi mais rápido? Que se assustaram menos com problemas que pareciam enormes no primeiro filho? Já ouviram estas histórias?

Resumindo, a experiência traz discernimento sobre o que é ou não necessário. Analisa os cuidados e as características de cada cliente em determinada situação. Otimiza, melhora diariamente e “trata com mais carinho”.

Diretamente e proporcionalmente a experiência reflete nos Preços dos fretes para a área da saúde.

Pensei que a especialização no segmento em que está atuando encarecesse mais ainda o frete! Profissionais que se especializam tem salários mais altos, não é essa a lógica?

Não!

Profissionais se especializam para se tornarem únicos. Se tornando cada vez mais únicos e especializados trazem mais benefícios aos seus contratantes. Seus contratantes valorizam sua especialização e o remuneram melhor, para não perder o profissional. Por outro lado, faturam muito mais com uma mente especializada e pensante em sua empresa.

A especialização traz conhecimentos específicos. Uma empresa especializada usa seu capital para atingir um determinado objetivo. Investe pensando em um resultado específico e em uma qualidade diferencial para seu cliente alvo!

Podemos citar como exemplo aquelas empresas que citamos em outro artigo. As empresas “especializadas em todos os tipos de cargas”. Estas empresas necessitam investir muito mais. Uma frota com uma diversificação enorme, muitos profissionais. Estruturas gigantescas para armazenagem de todo tipo de carga.

Isso resulta em uma estrutura que custa caro e sabem quem paga esta estrutura? Você, sua empresa e seu cliente! Portanto, analise o que é melhor: O sabe tudo ou o que sabe o que você realmente precisa?

Nos EUA o setor de serviços é extremamente especializado e o mesmo ocorre na Europa e outros países desenvolvidos. Será que o empresário brasileiro gosta de pagar mais? Certamente não, então, ligue para quem é especializado: Pharlog Transportes e Logística.

Aumente as vendas de sua farmácia ou drogaria

Para quem administra uma empresa este item fica fácil! Custos fixos e estrutura da empresa impactam muito no Preço dos fretes na área da saúde.

Já tratamos disso um pouco no item anterior. Muitas empresas de transportes entraram no ramo em uma época fácil, sem concorrentes. Também, com o passar dos anos, “foram tentando” acertar atirando para todos os lados, como se diz na gíria.

Frotas enormes, quadro extenso de funcionários, vendedores – vaidosos. Acertos, comissões gordas, bônus, salários altos são exemplos de custos. Uma forma de analisar se os Preços dos fretes na saúde estão inflacionados: Analise o organograma da empresa!

Muitos chefes – Custos altos;

Muitos sócios – Custos altos;

Estrutura enorme e com uma série de excessos e vaidades – Custos altos;

Investimentos em marketing desproporcionais, maciços e em veículos de massa – Custos altos de frete!

“Simplesmente a conta não fecha no fim do mês e alguém tem que pagar por isso”, destaca Murça. “Hoje as estruturas enxutas e uma gestão administrativa eficiente são essenciais”, ressalta. “A empresa deve ter o essencial, o que agrega, o que traz resultados e satisfaz a necessidade do cliente, só!”, finaliza Ricardo sobre seu modelo de gestão.

O reflexo em não fechar a conta é o cliente pagando a conta – ou com custos altos – ou com preços baixos e sem nenhuma qualidade.

“A medicina chinesa diz que temos que ter equilíbrio para uma boa saúde. O mesmo conceito eu aplico às minhas empresas”, diz Ricardo Murça.

 

Custos variáveis e estrutura da empresa. Sim, através dos custos variáveis é possível reduzir os Preços dos fretes na área da saúde.

Isso por que carros mais novos consomem menos. Tecnologia ajuda na gestão. A terceirização em setores de apoio gera flexibilidade em épocas mais difíceis.

A terceirização, por exemplo nos serviços de portaria e limpeza não devem ser encarados como uma forma de pagar menos. Servem para flexibilizar a estrutura! Veículos agregados ajudam na versatilidade e flexibilização.

Parcerias com especialistas em locais onde a atuação é mais tímida traz vantagens a todos.

Por isso o bom empresário que busca oferecer bons Preços de fretes na área da saúde, como a Pharlog, se preocupa com boas negociações.

Fazer parcerias, buscar bons fornecedores, otimizar os processos e reduzir custos variáveis é sine qua non!

 

Transporte sem Tecnologia não sobrevive!

Roteirizar buscando eficiência em tempo!

As rotas com menos assaltos e mais seguras para o trabalhador.

Horários em que o movimento é menor, gestão das manutenções, rastreamento. Tudo isso impacta em custos e a tecnologia é parceira do transportador.

Mesmo empresas pequenas tem acesso à tecnologia, como ERP’s em nuvem, softwares de aviso de recebimento. Roteirizadores, emissores de documentos on line, tudo isso ajuda!

 

Inovação – No transporte pode se traduzir em fazer o mesmo de forma diferente.

Também transportar de um modo diferente é inovador, diferente e pode ser aplicado.

A Pharlog se utiliza dos serviços de Bike Boy, ou Bike Entregas. Isso é inovador, diferente, gera inclusão, custa pouco e ajuda o meio ambiente. Também temos o sistema de entregas a pé. Moradores de bairros fazem entregas em percursos pequenos e garantem renda extra para suas famílias.

“Lembro de uma empresa que investiu mais de um milhão de reais em uma frota refrigerada. Algumas caixas térmicas e termógrafos teriam resolvido o problema”, lembra Murça em suas idas e vindas como consultor.

Para ter inovação o transportador deve ter a mente aberta. Deve estudar, se reciclar, ter profissionais competentes e focados na melhoria dos processos. A inovação acaba sendo o resultado da busca pela excelência.

 

Outros fatores que impactam nos Preços dos fretes na área da saúde

Instalar sua empresa em um condomínio de alto luxo tem lá seu preço. O mesmo vale para escritórios em endereços nobres.

Qual a margem de lucro da empresa? Os impostos e “negativas” da empresa foram checados?

Os executivos e Diretores parecem mais preocupados com a aparência do que com a qualidade?

A empresa gasta milhões em publicidade para se fazer uma autoridade no assunto?

Preocupe-se, pois você pode estar pagando a conta do seu parceiro de transportes e não sabe.

 

Licenças e técnico responsável

Algumas transportadoras ainda vêm o Farmacêutico ou o responsável técnico como “uma exigência da lei”.

Na Pharlog o Farmacêutico atua em período integral, fiscaliza e orienta todos os embarques e processos. Supervisiona as atividades e cuida da garantia da qualidade.

Também é o responsável técnico que cuida de toda a documentação necessária às atividades. ANVISA, Bombeiros, Alvará Sanitário e Boas Práticas são atividades do responsável técnico.

Uma empresa que não mantém seu responsável técnico à frente das atividades erra na qualidade. Coloca atividades técnicas e especializadas nas mãos de leigos. É como um – não médico – realizando uma cirurgia.

Lembre-se que especialização traz resultados e um profissional especializado e experiente é definitivo para o sucesso!

Em relação às licenças Anvisa toda e qualquer transportadora que se propõe a trabalhar com produtos da saúde, deve possuir. Não há uma desculpa ou medida judicial que justifique. Se não tem licença, não tem boas práticas. Simplesmente descarte o parceiro!

Resumindo

Resumindo nosso artigo, você já sabe muito mais sobre o que impacta nos Preços dos fretes da saúde.

Você e sua empresa já sabem que a Pharlog escreve e assina os artigos, portanto sabemos o que fazer. Também como fazer!!! Ligue para a Pharlog agora e fique tranquilo com seus transportes!

Uma Transportadora deve ter: Tecnologia, inovação, licenças e responsável técnico atuante! Deve ter experiência no que faz e, principalmente, ser especializada.

Analise seu parceiro atual. Veja onde ele investe seu – rico dinheirinho. Há muitos custos fixos envolvidos? Existem muitos custos variáveis embutidos? Fique ligad@

 

A Pharlog transportes atua com estrutura enxuta e adequada ao cliente. Analisamos suas necessidades e solicitações e atendemos. Nem a mais e nem a menos, priorizando a racionalidade dos custos.

 

Entre em contato com a Pharlog e surpreenda-se com nossos serviços.